O dermatologista Fabio Gontijo critica filtros do Instagram e revela quais são os perigos sobre padrões estéticos na web

Os filtros do Instagram são a nova moda entre famosos e anônimos. Tem dos mais variados tipos e os mais utilizados são os que mudam o aspecto da pele e os traços do rosto, deixando um aspecto de "pele perfeita".

Dermatologista Fábio Gontijo - Divulgação | CO Assessoria

 

"Os filtros do Instagram alimentam uma ilusão na mente das pessoas, criando uma realidade que não corresponde ao o rosto delas. Com a ferramenta, elas adquirem por alguns instantes os traços que sempre desejaram ter. O problema acontece quando elas retomam à vida normal e ao se encararem no espelho não conseguem enxergar a pessoa que idealizaram", diz o dermatologista Fábio Gontijo.

Fábio revelou que alguns pacientes já chegaram a pedir para que ele fizesse procedimentos estéticos utilizando como base os filtros do Instagram. "Frequentemente, alguns pacientes já mostram no início da consulta "prints" de fotos de celular que tiraram com filtros de aplicativos dizendo que querem ficar exatamente daquela forma. No aplicativo, podem ter a mandíbula mais definida, os lábios mais delineados e as sobrancelhas mais espessas, por exemplo".

O dermatologista alertou sobre os perigos que o padrão de beleza na internet pode trazer. "É preciso cautela. Saber diferenciar quem realmente somos e até onde podemos ir com os procedimentos estéticos é fundamental. Hoje, procuramos cada vez mais produzir resultados delicados e naturais com os procedimentos, e muitas vezes essa fixação por um "ideal de beleza" pode trazer danos psicológicos aos nossos pacientes".

Postar um comentário

0 Comentários