Recomeçar e Reimaginar

Helenio Waddington, presidente da *Associação Roteiros de Charme


Neste momento em que todos os setores econômicos estão buscando se reinventar para sobreviver, a luta pelo meio ambiente vê um porta-voz de peso se apresentar, trazendo o assunto para o centro do debate.

Em 2019, o Príncipe Harry, neto da Rainha Elisabeth II, do Reino Unido, criou uma ONG para estimular o turismo sustentável, em parceria com gigantes do setor, como Booking.com, Skyscanner, Tripadvisor e Visa. Juntos, eles querem melhorar o impacto do turismo na vida das sociedades e do meio ambiente.

O pioneirismo deste movimento no Brasil, modéstia à parte, nasceu com a Roteiros de Charme. Desde nossa fundação, em 1992, estamos lutando por estes ideais, prezando pela sustentabilidade em nossos negócios, pela preservação da natureza e pelo desenvolvimento das comunidades onde estamos instalados. Nossos associados integram práticas de gestão sustentável do plástico e oferecemos assistência especializada através de nossa rede.

Já são quase três décadas que dedicamos ao tema. Temos inclusive um diálogo importante com a ONU há mais de vinte anos, e recentemente nos unimos ao programa Global Tourism Plastic Intiative das Nações Unidas, para auxiliar na redução do consumo de plástico no turismo.

Ideologia e prática precisam andar juntos, e aos mais resistentes o argumento é claro: não se explora comercialmente uma atividade que não tem futuro. E não há futuro para o turismo sem a preservação do meio ambiente.

Fica uma esperança em ter um porta voz midiático como o príncipe se dedicando a uma causa tão relevante quanto a manutenção da atividade turística em consonância com a natureza. Que possamos inaugurar esta nova década colocando em prática desde hoje um modelo de turismo mais sustentável.
Helenio Waddington, Presidente da Roteiros de Charme

Sobre a *Associação de hotéis Roteiros de Charme

Fundada em 92, a Associação de Hotéis Roteiros de Charme congrega atualmente 73 Hotéis, Pousadas e Refúgios Ecológicos situados, do Norte ao Sul do Brasil, em 16 estados e 64 destinos turísticos. O ano de 1999 marca o início da adoção de seu Código de Ética e de Conduta Ambiental, reconhecido nacional e internacionalmente, desenvolvido em cooperação com a UNE (United Nations Environment), organismo ambiental da ONU, em Paris, com quem a Associação possui acordo formal de cooperação desde 2003

Postar um comentário

0 Comentários